Nikola apanhada a mentir. Protótipo do seu camião elétrico estava só a deslizar colina abaixo

Nikola apanhada a mentir. Protótipo do seu camião elétrico estava só a deslizar colina abaixo

Quando Trevor Milton, fundador da Nikola Motor Company, revelou o protótipo do camião Nikola One em dezembro de 2016, este foi apresentado como totalmente funcional. Agora, um relatório da Hindenburg Research vem afirmar que afinal a realidade não era bem a que a empresa queria mostrar.

“Isto funciona e funciona totalmente, o que é realmente incrível”, disse Trevor Milton na apresentação do Nikola One, em dezembro de 2016. Em janeiro de 2018, a empresa partilhou um vídeo no YouTube, com o título “Nikola One Electric Semi Truck in Motion”, onde mostrava o camião Nikola One a deslocar-se rapidamente ao longo de uma estrada deserta, demonstrando assim a sua capacidade de atingir altas velocidades.
Contudo, na semana passada, o Hindenburg Research publicou um relatório segundo o qual o Nikola One não estava sequer perto de estar funcional em dezembro de 2016.
O Hindenburg Research revela que o camião mostrado no vídeo não estava a andar de forma autónoma, e que a Nikola colocou o camião no topo de uma colina e o deixou deslizar para baixo. Supostamente, a empresa teria inclinado a câmara para fazer parecer que o camião estava a mover-se sozinho numa estrada nivelada – revela a Ars Technica.

A empresa admite que o Nikola One não funcionou
Na segunda-feira, a Nikola divulgou uma nota de imprensa na qual, embora critique muitas das afirmações do relatório do Hindenburg Research,  assume que o protótipo do Nikola One realmente não estava funcional em dezembro de 2016, e que também ainda não estava funcional quando a empresa lançou o vídeo 13 meses depois.
A empresa americana afirma que as baterias, conversores, direção hidráulica e alguns outros constituintes do camião estavam funcionais na altura da apresentação. Porém, a Nikola não revela se o facto do camião já tinha célula de combustível de hidrogénio a funcionar, ou motores para mover as rodas – dois componentes que o Hindenburg Research afirmou que não estavam no camião.
No que diz respeito ao vídeo, a empresa garante que “nunca afirmou que o seu camião estava a andar pela sua própria propulsão”, dizendo ainda que “os investidores que estavam a aplicar capital nesse período, conheciam a capacidade técnica do Nikola One na altura do seu investimento”, assegurando assim que nunca enganaram ninguém.
A Nikola afirma que atualmente a funcionalidade do Nikola One é irrelevante, uma vez que a empresa agora tem um protótipo funcional do seu sucessor, o Nikola Two.
O destino da Nikola está agora ligado ao sucesso do Nikola Two, Badger e outros produtos. Se esses produtos forem bem sucedidos, provavelmente não fará diferença se o Nikola One nunca funcionou, e rapidamente será esquecido este episódio menos feliz.
Contudo, Milton ter mentido descaradamente quando disse que o camião da Nikola “funciona e funciona plenamente” pode levar investidores e clientes a questionar os valores da empresa — e se realmente esta cumpre com aquilo que diz.


Source link